Aumento na venda de materiais é sinal de crescimento da construção civil

O mercado da construção civil foi severamente afetado pela crise que atingiu o Brasil nos últimos anos. Responsável por uma parcela considerável dos empregos no país, qualquer queda nesse setor tem reflexos em toda a economia. Felizmente, agora o país dá sinais de melhora e todos querem saber se podem esperar crescimento da construção civil ou se o setor ainda apresentará resultados ruins em 2018.

Logo de início, podemos falar que as expectativas são boas para este ano. Apesar de ainda não ser um momento perfeito, o mercado espera um crescimento da construção civil. Veja, a seguir, os principais dados sobre o Brasil e este setor.

Crise no Brasil: o pior já ficou para trás?

Ao que tudo indica, sim. O pior momento parece ter ficado no passado e o país apresenta tendência de crescimento, ainda que esteja longe das condições ideais. A previsão é que o PIB cresça acima dos 2% neste ano e que aconteçam mais investimentos no país.

Já a inflação deve ficar ainda mais baixa que no ano passado. Os juros estão em sua marca mais baixa da história e podem encorajar os consumidores a buscarem financiamentos imobiliários.

Segundo o Banco Mundial, o Brasil deve puxar o crescimento da América Latina em 2018. Já como pontos de instabilidade, estão o desenrolar dos acontecimentos com o ex-presidente Lula, a definição sobre a reforma da previdência e as eleições presidenciais.

A retomada do crescimento da construção civil

Para a construção, já existem notícias boas desde o segundo semestre de 2017. Veja alguns dos principais fatos sobre o mercado da construção civil:

Os números mostram motivos para ficar otimista. A tendência é que este ano seja melhor do que os últimos. Mas será que o crescimento da construção civil vai se concretizar em 2018?

As expectativas do mercado da construção civil

As expectativas são boas: a construção civil estima ter crescimento de 10% nos lançamentos em 2018 de acordo com Celso Petrucci, presidente da Comissão da Indústria Imobiliária (CII) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

No noroeste paulista, as vendas de materiais de construção já começaram o ano em crescimento, indicando que as previsões parecem estar corretas. Segundo a Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco), as vendas de materiais de construção podem crescer 8,5% no ano.

Ou seja, o mercado da construção civil, como outros setores, dá sinais de crescimento e melhora. As perspectivas são boas e tudo indica que haverá crescimento da construção civil em 2018. Profissionais do ramo e empresários do setor podem se preparar para muito trabalho e bons resultados.

[Quer saber como organizar melhor o canteiro de obras? Confira nossas dicas para otimizar e gerir da melhor forma sua obra!]

Deixe um comentário