Conheça os tipos de cal: cal virgem, cal hidratada e cal hidráulica

Você sabe diferenciar os tipos de cal existentes no mercado? Esse é um dos materiais mais antigos usados pela humanidade e está presente em diversas construções centenárias.

Atualmente, a cal é usada não apenas na construção civil, mas também na indústria siderúrgica, na produção de papel, entre outras. Quer entender mais sobre os tipos de cal e aprender a escolher o produto certo para sua obra? Então, acompanhe estas dicas da Resdil!

Tipos de cal: cal virgem

A cal virgem é obtida a partir de rochas calcárias e magnesianas. As rochas são moídas e tratadas a altas temperaturas (cerca de 900 °C) em fornos industriais. Como resultado, forma-se o óxido de cálcio ou óxido de magnésio, principais componentes da cal. Segundo a norma ABNT NBR 6453, existem três tipos de cal virgem:

  1. Cal virgem especial: CV-E;
  2. Cal virgem comum: CV-C;
  3. Cal virgem em pedra: CV-P.

As diferenças entre eles são a pureza, a composição química e o tamanho das partículas, sendo que a cal virgem especial é o tipo de cal mais puro. A cal virgem geralmente não é usada diretamente na construção, sendo necessário adicionar água ao material.

Tipos de cal: cal hidratada

Com a adição de água à cal virgem, obtém-se a cal hidratada. Por consequência, uma parte dos óxidos presentes na cal virgem serão substituídos por hidróxidos de cálcio e magnésio. De acordo com a norma ABNT NBR 7175, a cal hidratada também é dividida em três grupos:

  1. CH-I;
  2. CH-II;
  3. CH-III.

Novamente, as diferenças estabelecidas entre os tipos de cal pela norma dizem respeito à composição química e às exigências físicas.

Tipos de cal: cal hidráulica

Por fim, para completar a lista de tipos de cal, existe a cal hidráulica. Ela proporciona maior resistência à compressão que a cal comum e pode ser usada em condições extremas, inclusive sob água.

A cal hidráulica é indicada pra obras de restauração, mas não é tão presente no mercado. Muitas vezes, ela é substituída pelo cimento Portland.

Aplicações dos tipos de cal

A cal virgem também pode ser aplicada na construção, desde que seja hidratada no canteiro. Por isso, a maior parte das obras é realizada com a cal já hidratada, poupando tempo e facilitando o processo.

A cal é empregada principalmente na preparação de argamassas para assentamento ou revestimento. A adição de cal tem vantagens tanto durante a aplicação quanto depois do endurecimento da mistura.

Durante a obra, a cal aumenta a capacidade de retenção de água da argamassa, facilitando o processo de aplicação. Depois de endurecida, a cal melhora o comportamento térmico e permite maior deformação devido ao calor, evitando a formação de fissuras.

Outro uso popular da cal é para pintura e revestimento, onde ela serve como proteção para a estrutura de alvenaria. A grande vantagem dela em relação a outros tipos de cobertura está no seu excelente custo-benefício, o que garante maior economia na obra.

A Resdil trabalha com dois tipos de cal: a Cal hidratada CH-III Tradical e a Cal para Pintura Tradical. Se você quer trabalhar com as melhores marcas de cal na sua obra, entre em contato agora mesmo e consulte preços, condições e área de atuação!

Deixe um comentário