Vai construir em condomínio? Fique atento às normas!

Construir em condomínio é ligeiramente diferente de construir em um terreno comum. A convenção do condomínio pode estabelecer regras adicionais além da legislação aplicável ao município onde a obra vai ser executada.

Para evitar problemas durante a obra, os profissionais envolvidos nela e o dono do terreno precisam ficar atentos às regras definidas por cada local. Veja algumas das regras que devem ser observadas ao construir em condomínio!

Tamanho da construção e ocupação do terreno

Muitos loteamentos têm por objetivo padronizar as construções e definem algumas regras como:

  • Ocupação máxima do solo em relação ao tamanho total do lote;
  • Recuos mínimos e posicionamento da casa dentro do terreno;
  • Altura máxima da edificação;
  • Área verde mínima;
  • Inexistência de muros separando os lotes.

Por isso, o arquiteto ou engenheiro responsável pelo projeto deve ler com atenção todas as diretrizes.

Redes de utilidades existentes

Outro ponto a ser observado é sobre as utilidades, como água, energia, gás e telefone, que estarão disponíveis no condomínio e as ligações que serão necessárias.

O projeto deve ser dimensionado corretamente para que todas as instalações supram as necessidades dos moradores da casa e atendam aos requisitos técnicos do condomínio.

Documentação do projeto antes de construir em condomínio

Em qualquer projeto de construção civil, o imóvel só pode ser levantado se a documentação for feita corretamente e o projeto for aprovado para prefeitura sob responsabilidade de um profissional habilitado. Ao construir em condomínio, a documentação é duplamente importante.

Isso porque além de cumprir os requisitos legais, o imóvel também terá que atender às exigências do loteamento. Muitas vezes, é preciso que ele seja aprovado também pela administração do condomínio.

Horários e dias estipulados para construir no condomínio

Cada condomínio pode estipular dias e horário para realização de obras e circulação de profissionais prestadores de serviço. Isso geralmente é feito para respeitar os dias e horas de descanso dos demais moradores.

O gestor da obra deve planejar adequadamente para que essas condições não sejam descumpridas. Se o planejamento falhar, o dono do imóvel pode sofrer punições do condomínio ou a obra pode ficar atrasada.

Cadastro do pessoal que vai trabalhar na obra

Outro ponto fundamental é o cadastro da mão de obra que vai atuar na obra. É preciso se planejar e fazer o cadastro previamente para evitar que os trabalhadores fiquem ociosos devido a uma questão administrativa.

Lembre-se, ainda, que a checagem de todas as pessoas que visitam o condomínio é uma questão de segurança feita pensando no bem de todos os moradores.

Cordialidade com os vizinhos

Por fim, esta não é exatamente uma regra, mas uma questão de bom senso de quem vai construir em condomínio. Manter a cordialidade com os vizinhos vai garantir que o dono do imóvel comece a sua estadia na nova casa com o pé direito. Alguns cuidados que você pode tomar são:

  • avisar aos vizinhos sobre o início da construção e o prazo previsto para a obra;
  • não armazenar resíduos e materiais na calçada;
  • manter a obra organizada e limpa, evitando a atração de insetos e outros animais;
  • proteger o entorno da obra para garantir a segurança;
  • respeitar os horários de silêncio.

Portanto, construir em condomínio demanda alguns cuidados adicionais, mas não é nenhuma missão impossível. Com planejamento, a casa dos sonhos de uma família pode finalmente sair do papel!

E você, tem experiência com construções em condomínios? Acrescentaria alguma regra à lista? Deixe seu comentário!

Aproveite e baixe aqui um eBook grátis sobre como garantir o sucesso da sua obra ou reforma em condomínios e evitar transtornos.

Deixe um comentário