Cimento endurecido na obra: como usar o cimento empedrado?

Esta situação não é incomum em uma obra: depois de alguns dias ou semanas mantido no estoque, o cimento vai ser utilizado e ao abrir a embalagem a equipe se depara com um cimento empedrado. Também chamado de cimento endurecido, esse fenômeno cria aglomerados do material e dificulta o seu uso.

E então, fica a dúvida: o cimento endurecido pode ser utilizado? O que fazer se o cimento estiver empedrado? Leia e descubra!

Cimento empedrado: o que fazer?

Existem dois procedimentos básicos neste caso. O primeiro é usar a peneira. Não se esqueça que o uso de equipamentos individuais, como óculos e luvas, é fundamental para evitar acidentes e garantir a segurança.

Com a peneira é possível dispensar o cimento empedrado com facilidade. A parte que passar na peneira pode ser usada normalmente e os grumos do cimento endurecido que ficarem retidos são descartados.

Outra forma é trabalhar com a dosagem. Caso verifique que os grumos não ultrapassem 10% do cimento a ser utilizado, aumente a dosagem de cimento na liga do traço para compensar.

No entanto, esse recurso não deve ser usado para locais estruturais que precisam de alta resistência mecânica. Você pode utilizar onde não há problema em ter um cimento com resistência um pouco inferior, como para construir pequenos pisos, calçadas, meio fio ou objetos decorativos.

O que causa o cimento endurecido?

O cimento é considerado um material perecível. Ele não deve ser estocado por muito tempo e a recomendação é que seja comprado na obra a cada 15 dias. Isso porque ele é extremamente sensível à umidade e a principal causa do empedramento é justamente essa.

A umidade pode penetrar no saco de cimento e causar aglomeração das partículas deixando o cimento endurecido. Por isso, é fundamental mantê-lo em local completamente seco e protegido e não deixá-lo estocado por longos períodos. Após 3 meses da sua expedição, já é recomendável realizar um ensaio de laboratório para checar a qualidade.

Como funciona o ensaio de laboratório?

Perda ao Fogo (P.F.) é o nome técnico do ensaio de laboratório feito para verificar a porcentagem de perda de massa do cimento quando aquecido. Se o cimento estiver hidratado, ao ser aquecido ele terá uma perda de massa superior à permitida pela norma. Isso indica que ele não está adequado para uso.

A Perda ao Fogo é um ensaio realizado em um forno que consiga atingir a temperatura de 950º. Após uma hora de aquecimento nesta temperatura, haverá evaporação da água e do dióxido de carbono (CO2). Esta substância é desprendida do calcário e da água contida no gesso. Assim, é possível verificar a quantidade de água contida no cimento naquele lote.

O teste é feito por amostragem. Se necessário, o cimento endurecido após a estocagem na obra pode passar por esse teste para checar se ainda pode ser utilizado. A quantidade máxima de água é determinada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT e varia com o tipo de cimento.

Como escolher o cimento certo?

O cimento Portland, comumente usado em obras, é dividido em categorias de acordo com suas resistência e aplicações sugeridas. São 5 tipos:

  1. Cimento Portland Comum (CP I) é o mais simples e geralmente usado em obras que não têm exigências especiais;
  2. Cimento Portland Composto (CP II) possui aditivos conferem diferentes características, como baixo calor de hidratação, menor permeabilidade e maior resistência à compressão;
  3. Cimento Portland de Alto-Forno (CP III) possui escória de alto-forno, o que o torno menos poroso e ideal para locais onde o cimento vai estar exposto a condições adversas, como água e esgoto;
  4. Cimento Portland Pozolânico (CP IV) é mais resistente e menos poroso sendo indicado para ambientes agressivos por longos períodos;
  5. Cimento Portland de Alta Resistência Inicial (CP V – ARI) atinge altas resistências em poucos dias e pode ser usado em obras que exigem menos tempo de secagem.

Além de observar o tipo, não esqueça de optar por um fabricante de qualidade e um fornecedor confiável. A Resdil tem as melhores marcas de cimento e pode ser a parceira ideal para sua próxima obra!

Agora você já sabe como aproveitar o cimento empedrado e pode diminuir o desperdício de cimento endurecido na obra. 

Deixe um comentário